Do UOL

Indicado ao cargo de procurador-geral da República, Augusto Aras disse que a indicação de Eduardo Bolsonaro (PSL) para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos não é nepotismo. Bolsonaro sugeriu que o filho, que é deputado federal, assumisse o posto.

“Posso dizer que a súmula sobre nepotismo não se estende a indicações políticas… sem que isso atinja nenhum valor constitucional. Obviamente que esta a casa é soberana e pode decidir o que pensa sobre o tema e vai merecer o meu respeito”, disse o sub-procurador durante a sabatina na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado.

Aras foi indicado no começo do mês pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a chefia da PGR (Procuradoria-Geral da República), cargo máximo do MPF (Ministério Público Federal).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *