Estado da Bahia é um case que chamou a atenção do parlamentar que contou com auxílio da deputada estadual Ivana Bastos para realização de audiência em Salvador

Pioneiro na implantação de Entrepostos Frigoríficos, o estado da Bahia é um exemplo de sucesso que chamou a atenção do deputado estadual, Diogo Moraes (PSB), também vice-líder do governo na Alepe. Pensando em levar esse projeto para o estado, e em alinhamento com o Secretário de Agricultura Dilson Peixoto e o governador Paulo Câmara, o parlamentar solicitou à deputada Ivana Bastos apoio, bem como a intermediação com órgãos do Governo da Bahia para tratar do tema nesta segunda-feira (10), em Salvador, na Bahia. Como resultado da agenda, foi acordado um encontro na Assembleia Legislativa de Pernambuco, com data prevista para 11 de julho, para que os Governos da Bahia e de Pernambuco trabalhem a implantação do projeto.

Diogo Moraes e Ivana Bastos se reuniram com o secretário de Agricultura do Estado, Lucas Costa, e técnicos do órgão na sede da instituição, localizada no Centro Administrativo da Bahia. Na ocasião, trataram de dois pontos importantes: a implantação de Entrepostos Frigoríficos e a proposta de unificação do combate à mosca-das-frutas no Vale do São Francisco. “Pernambuco está enfrentando um problema grave no transporte e armazenamento adequado da carne bovina e caprina. Essa é uma questão que fere a população como um todo. Pesquisamos, e vimos que a Bahia oferece a opção dos Entrepostos Frigoríficos, os quais controla o manuseio da carne desde o abate até a comercialização”, detalhou Moraes.

Para a deputada Ivana Bastos, a iniciativa responde a uma questão de saúde pública. “O deputado Diogo Moraes está de parabéns por vir aqui na Bahia buscar as informações do projeto para apresentar ao Governo de Pernambuco e, através de um trabalho em conjunto, diminuir um problema que afeta toda a população. Tive o prazer de conhecer o deputado através da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, a Unale, e esse é o objetivo da entidade: trocar experiências exitosas e trabalhar em conjunto para o fortalecimento dos estados”, destacou a deputada.

O secretário Lucas Costa solicitou ao deputado que seja realizado um levantamento da quantidade de frigoríficos em Pernambuco e o raio de atuação para que seja realizado um estudo adequado de como implantar o projeto em Pernambuco. “A secretaria tem todo interesse em ajudar na regionalização do abate, bem como na construção das plantas que serão implantadas”, ressaltou o gestor da pasta.
Um dos mais importantes programas para o desenvolvimento da agropecuária no Bahia, a implantação de Entrepostos Frigoríficos foi iniciado em 2011 e funciona com sucesso até então. O sistema consiste em levar as carcaças dos frigoríficos para os entrepostos, onde é realizada a desossa, separando o tipo de carne de acordo com as necessidades de cada região. Em seguida, a carne é levada de forma adequada para os balcões frigoríficos para a comercialização.

Combate à mosca frutífera

Durante a reunião na Seagri, também foi discutida a proposta de unificação do combate à mosca-das-frutas no Vale do São Francisco. “Esse é outro problema que precisamos solucionar, pois o Vale o São Francisco é responsável por 90% da produção da manga e 98% das uvas exportadas pelo Brasil. Essa exportação está em risco por conta desses gargalos”, contou o secretário.

Para Diogo, é preciso trabalhar em conjunto para garantir a eficiência no combate aos insetos infectados que comprometem a economia das regiões produtoras. “A fruticultura no Vale do São Francisco gera empregos e renda para boa parte da população e está sob ameaça devido a essa questão. Precisamos trabalhar em conjunto em todos os estados afetados pela mosca para não perder esse importante setor econômico”, afirmou. Segundo Moraes, durante a audiência na Alepe este tema também será abordado, já que é de grande interesse e importância para Pernambuco.

Reunião na Alba

A agenda de trabalho contou ainda com uma reunião com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal. O chefe do legislativo baiano se colocou à disposição para tratar do tema na Casa e contribuir com as questões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *